Guns n' Roses: de quem foi a culpa, afinal?

|

Anteontem terminei de ler a autobiografia do Slash e tirei 3 conclusões:

  1. O livro é excelente. Guns n' Roses foi a primeira banda que ouvi, então um livro no qual o Slash expõe toda sua história de vida e sua versão dos fatos foi mais do que relevante pra mim. Cresci ouvindo a banda e formei a minha própria gravitanto em torno do que Axl Rose, Slash, Duff, Steven e Izzy faziam.
  2. A culpa do Guns n' Roses ter acabado foi do Axl Rose. Ele levou a convivência na banda a um nível insuportável. Axl é egocêntrico, megalomaníaco e sua obsessão por se tornar o chefe e tomar o controle institucional e criativo da banda fez com que ninguém além do empresário dele suportasse continuar.
  3. A razão por trás do comportamento do Axl pode ser a conduta do Slash, Izzy e Steven.
Slash, todos sabemos, é um guitarrista excepcional. Possui feeling apurado e o mais importate, um estilo único. No entanto, foi um severo dependente químico junto com Steven e Izzy - este, segundo Slash, saiu da banda pra se manter afastado de todo tipo de droga.

Talvez, o vício deles em heroína tenha modificado todo o conceito que Axl tinha da própria banda e de seus integrantes. Afinal, quem é que confia em viciados? Ok, os tempos eram outros. Todos os músicos de hard rock dos anos 80 usavam drogas. A diferença é que o vício simplesmente assumiu o primeiro plano da rotina desses caras a ponto de fazer do Guns n' Roses a banda menos produtiva da história, com apenas 3 discos lançados em 7 anos (o Lies realmente não conta, né?).

Talvez, e isso só pode ser tirado a limpo quando o próprio Axl Rose contar a sua versão da história, tomar todo o controle da banda tenha sido uma idéia muito plausível, uma vez que 3 dos 5 integrantes estavam com aquele tipo de problema. 

Não vou falar aqui sobre as histórias do livro. São ótimas e ler o que o Slash tinha pra dizer foi uma experiência única. Mas pra mim ficou bem claro que, caso as drogas não tivessem prendido o Guns n' Roses de maneira tão drástica, quem sabe a banda não teria mais discos parecidos com o Appetite for Destruction.

Talvez este post esteja parcial demais. Mas só lendo o livro pra entender.




Submarino.com.br

Toque 40 músicas com apenas 4 acordes!

|

Parece impossível? O fato é que a música pop não é muito fã da inovação, então essa mesma progressão de acordes pode ser utilizada para tocar inúmeras músicas, como você pode ver no vídeo.



Até que enfim alguém teve essa ideia.